quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Histórias fantásticas (III)

A Misteriosa Luz Branca

Quando eu era mais novo, numa certa noite de verão eu avistei algo de diferente daquilo que eu conhecia. Algo extraordinário. Eu caminhava acompanhado por um primo mais novo, na estrada que liga a minha aldeia a estrada principal, quando ao chegar a um local chamado Pedreira e ao olhar para um lugar mais à frente, onde só existia mato e vinha, eu avistei uma luz branca. A luz era um círculo perfeito, de um branco muito puro, não emitindo qualquer feixe. Era enorme a luz, do tamanho da lua cheia, como se ela estivesse colada nesse lugar. No momento em que olhei para aquele círculo luminoso, este começou a diminuir de tamanho, sempre no mesmo sítio até ficar um ponto pequenino e desaparecer. Tudo isto durou cerca de 10 segundos.
Mil perguntas passaram pela minha cabeça, mas eu pus de parte, qualquer tipo de lanterna que alguém pudesse transportar, luzes de carros, ou qualquer coisa conhecida, pois pela dimensão daquele círculo luminoso, pelas condicionantes do local ou mesmo pela pureza da luz que era emitida nada se assemelhava a algo que eu conhecia.
Foi uma coisa extraordinária. Por muito que tente imaginar o que seria aquilo, ainda hoje não sei dizer que tipo de luz era aquela ou quem a projectava. Para mim este acontecimento continua a ser um mistério.

8 comentários:

Vagamundos disse...

De facto é um acontecimento intrigante. É daqueles misterios de arrepiar pêlo.
Abraço

Anónimo disse...

Quem sabe se nao foi um pirilampo magico.O que a natureza nos da.Ha espera por mais intrigas.... .Um abraço para todos os leitores, e beijinhos para as leitoras.

deep disse...

Decerto tal acontecimento tem uma explicação simples, mas nós, um pouco por força da idade e das histórias que se ouvem nas aldeias, preferimos acreditar em algo de extraordinário.

Fica bem. Bom resto de semana. :)

M.Eugenia disse...

Seguro que tiene una explicación científica pero todavía no la conocemos, y seguro tambien que existe alguna leyend sobre esto.
Que afortunado de vivir algo así.
Saludos

aa disse...

Olá Valentim,
estas tuas história... são fantásticas mesmo...:) mas que luz seria essa???!!! Mistério!!!
Sem mistérios e sem histórias fantásticas despeço-me com amizade...
Beijinhos,

AA

Elena disse...

Mi padre también nos contaba que viajando por un paraje bastante solitário,vio una luz muy parecida a la que vistes,que desapareció en el horizonte a una velocidad increible. El presenciar acontecimientos de este tipo,que realmente son un mistério actualmente, nos impresionaran siempre.Un abrazo.

TERE disse...

Como oriunda de aldeia do Concelho de Bragança também ouvi e vi alguns enigmas que passei para o campo de magias inexistentes, evidente..." Mas que las ai las ai"

Bjs

Tere

Helena Paixão disse...

Que luz misteriosa essa que viste. E já voltaste a passar pelo mesmo lugar à mesma hora para ver se se repetia?

Muito estranho e..... arrepiante!

Gostei da imagem que colocaste para ilustrar esta história. Tem um certo cariz misterioso também.

Beijos