terça-feira, 10 de março de 2009

Moinho da Figueira

As margens do rio Pinhão foram outrora território povoado por moinhos de água. Até á década de 70 do século XX eram utilizados para moer cereais, como o milho, o trigo e a cevada. Abandonados na década de setenta, devido á concorrência das fábricas de moagens, estão actualmente em estado avançado de degradação e a precisar de obras de recuperação.
O Moinho da Figueira, propriedade da Junta de Freguesia de São Cristóvão do Douro, já foi alvo de alguns melhoramentos, facilitados pela abertura, há poucos meses, de uma estrada até ao local. Espera-se para breve mais obras no sentindo de transformar este moinho num posto de turismo, de modo a poder servir os turistas que visitam a freguesia.

2 comentários:

aa disse...

Mas que boa idéia...! A recuperação do património é sempre de louvar... Aida bem, que pelo menos esse já vai ter novamente utilidade... nem que seja com outra finalidade como é o caso...
Beijocas,

AA

francisco disse...

Temos que juntar o util ao agradavel,como neste caso.Sem meios e condiçoes tudo se faz esquecido ,este que para alguns foi um modo de vida.Agora com o tempo se esta a tornar patrimonio de todos os visitantes.Cabo realçar que ainda faltam algumas melhoras.Mas vamos no bom caminho,temos que dar tempo ao tempo,que com um pouco de seforço de todos conseguiremos alcançar os objectivos que se estao a tornar uma realidade para este povo de S.Cristovao.